Cirurgia Bariátrica

“Método seguro e eficaz para o tratamento da obesidade.”

A cirurgia deve obedecer alguns critérios para ser indicada. Realizada com técnicas minimamente invasivas, pequenos cortes que variam de 0,5 até 1,2cm, você permanece pouco tempo no hospital e retorna precocemente à sua rotina.

A operação é apenas parte de um tratamento e você deve obedecer rigorosamente às recomendações da equipe multidisciplinar em qualquer uma das etapas do tratamento para que se atinjam os resultados desejados.

Indicações:

  • > 18 anos ou acima de 16 anos (com acompanhamento de pediatra);
  • IMC > ou = 40 kg/m²;
  • IMC> ou = a 35 kg/m² quando associado a doenças (pressão alta, diabetes, colesterol alto,...);
  • Tentativas de tratamento clinico sem sucesso (com especialista), por no mínimo 2 anos.

Além disso, é fundamental o bom entendimento da cirurgia e da necessidade de acompanhamento com a equipe por toda a vida. Algumas condições clinicas podem contra-indicar a cirurgia como abuso de drogas e álcool, problemas emocionais e psicológicos não tratados ou outras doenças que possam trazer mais riscos do que benefícios ao paciente.


Pré-operatório

“Existem alguns passos que devem ser seguidos e são indispensáveis no preparo para a cirurgia.”

A consulta inicial é feita com o cirurgião, que fará uma entrevista minuciosa e definirá junto com você o tipo de tratamento mais adequado. Já na primeira consulta, é realizado um exame de bioimpedância no consultório para avaliar a quantidade de gordura no seu corpo.

Após a consulta com cirurgião você poderá agendar as consultas com a equipe interdisciplinar (clínico, nutricionista, psicóloga, fisioterapeuta) com o objetivo de prepará-lo para o procedimento cirúrgico e ao mesmo tempo identificar possíveis alterações clinicas que necessitam ser tratadas antes da cirurgia.

Também nesta fase são realizados alguns exames:

  • Exames laboratoriais (exames de sangue e urina);
  • Ecografia abdominal;
  • Endoscopia digestiva alta;
  • Outros exames conforme a indicação clínica.

Pós-operatório

“O acompanhamento pós-operatório deve ser seguido com a equipe interdisciplinar por toda vida.”

Durante a internação hospitalar, logo após o procedimento cirúrgico você já começa a ingerir água em volumes bem pequenos e é orientado a sair da cama e caminhar precocemente. Nos dias seguintes vão sendo introduzidos líquidos (suco, sopa coada, leite) e permanece assim até 10 dias; após esse período inicia-se com a dieta pastosa até 30 dias, quando você começa a comer os alimentos na consistência normal, de forma lenta e bem mastigada.

A monitorização das vitaminas e nutrientes são feitas através de exames de sangue, que são realizados periodicamente. Também, a bioimpedância é realizada em vários momentos no pós-operatório para o acompanhamento da perda de massa de gordura e o ganho ou preservação de massa muscular.

Após 30 dias, a maioria das pessoas está apta para a realização de atividade física e é recomendada após avaliação com especialista (fisioterapeuta/educador físico), que irá considerar as particularidades e limitações de cada indivíduo. Também se inicia nessa fase a suplementação vitamínica, que deve ser mantida para o resto da vida.

A perda de peso é gradual e depende de inúmeros fatores entre eles a disciplina, o comprometimento e a persistência. Não existe uma regra ou uma meta de emagrecimento; o objetivo primário da cirurgia é a melhora da qualidade de vida, das doenças associadas à obesidade e do bem-estar.


Técnicas

As técnicas mais realizadas para cirurgia bariátrica são o bypass gástrico e a gastrectomia vertical (Sleeve). Ambas são regulamentadas pelo Conselho Federal de Medicina e podem ser indicadas dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde.


Bypass Gástrico

Redução do Estômago
Cirurgia de Fobi- Capella
Gastroplastia em Y-de Roux

É a técnica mais realizada no Brasil, correspondendo a 60% das cirurgias, devido a sua segurança e, principalmente, sua eficácia.

Técnica: É realizado o grampeamento da parte superior do estômago, criando um novo estômago de 30-50ml e também é feito um desvio do intestino inicial. É um procedimento misto que promove a diminuição da entrada de alimento e de sua absorção; além disso, estimula a produção de hormônios que dão saciedade e diminuem a fome.

Vantagens: Segura e muito eficaz, promovendo uma perda de excesso de peso de 70-80% e um controle das doenças associadas, como diabetes e pressão alta, em mais de 80% dos pacientes. É uma técnica reversível, na medida em que não é removida nenhuma parte do estômago ou intestino. 

Desvantagens: necessita suplementação de vitaminas e minerais por toda a vida. Alguns alimentos que contenham muito açúcar ou gordura podem causar algum desconforto ou mal-estar (dumping).


Gastrectomia Vertical

Sleeve
Manga Gástrica

É uma técnica mais recente que vem mostrando resultados satisfatórios.

Técnica: é realizado um corte longitudinal no estomago, removendo mais de 80% do seu volume, reduzindo seu volume para 100-150 ml. Na parte que é removida encontra-se uma substância chamada grelina que é uma das responsáveis pelo mecanismo de fome e saciedade.

Vantagens: segura e eficaz. Apresenta menor risco de desnutrição, embora seja recomendada a suplementação de vitaminas e minerais. Promove uma perda de excesso de peso de 60-70%.

Desvantagens: é uma técnica irreversível, e por ser mais nova requer mais estudos e resultados de longo prazo. Pode piorar ou promover sintomas de refluxo do conteúdo do estômago para o esôfago e queimação.

Agende
sua Consulta

Você pode agendar sua consulta por WhatsApp ou telefone.

Calcule seu IMC

O Índice de massa corporal é um dos indicadores mais utilizados para classificar a obesidade em adultos.

O IMC é um cálculo simples baseado no peso e altura da pessoa (peso/altura²). Considera-se obesidade valores acima de 30 kg/m².

Classificação* IMC (kg/m²) Risco de Comorbidades
Baixo peso < 18,5 Baixo
Peso normal 18,5 a 24,9 Médio
Sobrepeso (≥ 25)
Pré-obeso 25,0 a 29,9 Aumentado
Obeso I 30,0 a 34,9 Moderado
Obeso II 35,0 a 39,9 Grave
Obeso III ≥ 40 Muito Grave

Para calcular seu IMC informe:

* Classificação segundo a OMS a partir do IMC

Reuniões

Realizadas mensalmente, aos sábados, com a sua participação e de seus familiares junto com a equipe interdisciplinar. Estes encontros possibilitam a troca de experiências e esclarecimento de dúvidas sobre a obesidade bem como seu tratamento.

Data da próxima reunião:

A definir

A definir

Nilo Peçanha, 2825
Conjunto 1606

Porto Alegre · RS

Estrutura

A clínica possui uma estrutura completa para lhe oferecer todo conforto e aconchego como se estivesse na sua casa e todo nosso projeto foi concebido dentro das normas da Anvisa. Nossa recepção é acolhedora e muito bem equipada.

No local temos ainda:

Estacionamento
(conveniado)

Academia
(conveniada)

Restaurante
/ Lancheria

Auditório